O SINTRAFUCARB (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Fumo do Estado do Paraná e nas Indústrias de Cacau, Balas, Doces, Bebidas em Pó e Preparados Sólidos para Refrescos do Município de Curitiba) é uma entidade sindical que representa os trabalhadores da indústria de alimentação e fumageira, conforme seu registro no Ministério do Trabalho. Atualmente conta com mais de 5000 mil trabalhadores na sua base.

Este sindicato iniciou com a organização dos trabalhadores na fábrica de cigarros da Philip Morris na Cidade Industrial de Curitiba, atualmente Mondelez. No ano de 1986 o Brasil sofria com a inflação e a principal pauta dos trabalhadores nas negociações coletivas consistia na reposição das perdas salariais. Vale destacar que neste período os funcionários da Philip Morris eram representados pela Federação dos Trabalhadores da Indústria de Alimentação do Paraná, pois ainda não havia um sindicato que representasse esta categoria.

A proposta da Philip Morris para renovação do acordo coletivo daquele ano (1986), foi rejeitada pelos trabalhadores, levando a uma greve que perdurou por oito dias. Na busca por melhores condições de trabalho e de salário, alguns trabalhadores organizaram-se em uma Associação de Trabalhadores, a qual futuramente culminou na consolidação de um sindicato. A dissolução deste embate só veio a ocorrer após decisão do Tribunal Regional do Trabalho, que concedeu o reajuste integral da inflação do período. Em abril de 1988 a Associação dos Trabalhadores recebeu a tão esperada Carta Sindical, legitimando-se como Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Fumo do Estado do Paraná (SINDIFUMAGEIRO).

No primeiro ano como entidade sindical, o SINDIFUMAGEIRO deflagrou mais uma greve na Philip Morris, com duração de 15 dias, a qual foi marcada de um lado pela resistência dos trabalhadores (passeatas, acampamento em frente a empresa, etc) e por outro, pela repressão empresarial e policial. Contudo, mais uma vez, nosso movimento de luta é atendido pelo Tribunal Regional do Trabalho. Com isso, dia a dia, greve a greve, luta a luta, a entidade sindical vai conquistando seu espaço, bem como o reconhecimento dos trabalhadores, podendo ser evidenciado, sobretudo, por meio da filiação de mais de 90% dos trabalhadores da empresa.

A unidade e a contribuição da classe trabalhadora propiciou a entidade a aquisição de uma sede própria, inaugurada em 1998, como comemoração dos 10 anos de luta do SINDIFUMAGEIRO. Infelizmente, este mesmo ano, também é marcado por tristeza, tendo em vista, a demissão de aproximadamente 800 funcionários. Frente a isso, a diretoria sindical mobilizou o poder público (Governo do Estado e a Federação das Indústrias do PR) a fim de garantir minimamente um pacote de benefícios os trabalhadores desligados, como por exemplo, adicional de 20% do salário por ano trabalhado, adicional por idade, e garantia de plano de saúde por mais 6 meses.

Em nossa caminhada, o dia 28 de janeiro de 1999 é outra data marcante, pois somos surpreendidos pela demissão de mais de 1000 trabalhadores e pelo decreto de encerramento das operações da Philip Morris na planta de Curitiba. Em um primeiro momento, o espírito combativo do SINDIFUMAGEIROS pretendia ocupar a fábrica e impedir o fechamento da mesma. Tal estratégia foi repensada, em virtude da garantia da transferência das plantas de chocolate da Lacta e de refrescos em pó da Q-Refresco, pertencentes ao grupo Kraft Foods (que na época faziam parte do mesmo grupo da Philip Morris) para Curitiba. As operações foram efetivadas no ano 2000, priorizando a recontratação dos ex-funcionários da Philip Morris.

A partir desta época, o Sindicato amplia sua base e também passa a representar os trabalhadores desta nova categoria, em função disso altera seu nome para SINTRAFUCARB. Mesmo com a concretização de tais mudanças, nossa entidade permaneceu – e permanece – combativa. Nesta trajetória de busca constante em defesa dos direitos dos trabalhadores e melhorias das condições do trabalho, em 2004 deflagra-se a primeira greve na Kraft Foods, a qual resultou em 3 dias de paralisação, em prol de um aumento real e da implantação do Programa de Participação nos Resultados (PPR).

De lá para cá, houveram muitas lutas, dificuldades e avanços, e o SINTRAFUCARB tornou-se uma referência no movimento sindical, social e político do Paraná. Inclusive, vale destacar, que no segmento da alimentação mantemos um dos melhores acordos coletivos do país. Atualmente em nossa base contamos com a filiação de mais de 80% dos trabalhadores da Mondelez (em 2012 a Kraft Foods alterou sua razão social para Mondelez), além disso representamos os fumageiros do Estado do Paraná e demais trabalhadores das indústrias de chocolates, balas, e derivados de cacau do município de Curitiba.

Download do Jornal

capa

Convênios

Convênios